Três Cigarros & A

Última Lasanha

Texto: Victor Navas e Fernando Bonassi

Direção:  Djalma Thürler
Elenco:  Rafael Medrado

Direção de Arte:  José Dias
Iluminação:  Marcus Lobo
Direção Musical:  Roberta Dantas

​Roteiro de Apresentações

Salvador - BA

Floriano - PI

Ponta Grossa - PR

Um homem segue uma rotinha regrada, repetindo rigorosamente os mesmos atos a cada dia. Em um dado momento, em um restaurante executivo no qual habitualmente almoça uma lasanha, ele percebe que a sua mão direita foi decepada, mas não se lembra como isso aconteceu. A última recordação antes do acidente é que tinha fumado o seu terceiro cigarro durante o café.

Os autores Fernando Bonassi (Apocalipse 1,11) e Vitor Navas (Souvenirs) se inspiraram no caso verídico de um operário inglês, que sofreu um processo de rejeição ao receber o implante de uma das mãos. A partir daí mergulham na explanação dos motivos que levam este homem sistemático a rejeitar uma parte do corpo que não lhe pertence, mesmo sendo necessária. Sem nunca esclarecerem o ocorrido, mantendo a frieza no exame dos fatos, trabalhando com lacunas de informação que nem sequer permitem que o protagonista se pergunte quem atirou e por quê, os autores recriam o clima de violência absurda, quase casual, que todo morador de uma metrópole conhece bem.

Híbrido de drama e narrativa, sob a luz de uma dramaturgia baseada na argumentação, o desenrolar metódico da história deste homem é um mergulho na selvageria urbana e na estranheza contemporânea dos modelos tradicionais de narrativa e dramaturgia.

Não a toa, o texto foi indicado ao prêmio Shell de Teatro de 2002.

© 2020 by ATeliê voadOR Teatro - Salvador - Bahia - Brasil.

  • Facebook Long Shadow
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Long Shadow
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now