V O A N D O

      Em 2002 foi criada o que chamamos a menor Companhia de teatro do Brasil, a ATeliê voadOR, nome claramente inspirado na peça homônima de Valère Novarina, cujas palavras foram referência para o espetáculo de estreia, "O Lustre" de Antonio Hildebrando. Como desdobramento do doutoramento de Djalma Thürler sobre a “desauratização do ator contemporâneo”, a criação a ATeliê voadOR era mais do que um coletivo que se reunia para a criação de espetáculos teatrais, era um posicionamento estético e político daquelas ideias.​

       

   O Lustre, a primogênita, viajou o país, foi visto por mais de 40.000 espectadores em 35 cidades brasileiras e cumpriu temporada internacional em Barcelona, no teatro La Riereta. Nosso espetáculo de estreia é, sem medo de hipérboles, um desses fenômenos anônimos do teatro brasileiro.

     

        Depois, em temporadas menores, vieram Vodka com Maçã e Eu sempre tive a ilusão que um dia você ia me abraçar. Nesses anos a ATeliê voadOR perseguiu um objetivo, o de manter um repertório permanente através de uma Cia. estável, mas como sonhos, sonhos são, o que conseguimos foi uma lógica de repertório e estética com atores convidados a partir de um núcleo comum.

 

       Em 2010, já radicados em Salvador, através do Prêmio Myriam Muniz, a ATeliê voadOR estréia mais um projeto, a peça "O melhor do homem", que teve três temporadas em Salvador e uma em São Paulo, no Tetro VIVO. A peça passou também pelos estados do Paraná e Santa Catarina.​

 

         Em 2011, pelo edital Demanda Espontânea da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia montamos "Salmo 91". Um espetáculo com texto do autor paulista Dib Carneiro Neto, inédito em Salvador, cuja estreia aconteceu em 08 de março de 2012 e teve 03 temporadas na cidade. "Salmo 91" já se apresentou nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Ceará, Paraíba e Miami (EUA) no 28º Festival Internacional de Teatro Hispanico de Miami.​

 

        Em abril de 2013 "O diário de Genet" fez estreia nacional do Festival de Teatro de Curitiba e dia 04 de maio iniciou temporada no Teatro Sala do Coro do TCA. Ainda na cidade de Salvador fez duas outras temporadas, no Teatro Vila Velha e no Teatro Gamboa Nova. Depois participou, em Santa Maria (RS), do 6º Festival de Teatro Independente de Santa Maria; em Guaramiranga, do 20º Festival Nordestino de Teatro e em Fortaleza, da IV Mostra de Teatro Despudorado (CE). Ainda em 2013, acaba de ser contemplada com o Prêmio Fundação Nacional das Artes de Teatro Myriam Muniz, para fazer a circulação de “O diário de Genet” por nove (09) capitais do país, cartografando em cada uma das capitais os encontros, mostras e festivais de teatro, com o objetivo de divulgar espaços de intercâmbio cultural.

 

       Muito do que temos dito aqui o leitor poderá conferir na sessão “Voos”. Prometemos manter atualizadas as matérias dos jornais por onde passamos, bem como as notícias de interesse comum. Nós, os que fazemos a ATeliê voadOR, poderemos ser reconhecidos na sessão “Voadores”, o acesso ao e-mail da tripulação para contatos e papos, estão na sessão"Contatos". Nossas fotos, nossos voos, enfim, visitem-nos, carimbem nosso passaporte.

 


ATeliê voadOR

© 2020 by ATeliê voadOR Teatro - Salvador - Bahia - Brasil.

  • Facebook Long Shadow
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Long Shadow
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now